Patente da Apple aponta para iPhone sem notch

Patente da Apple aponta para iPhone sem notch

A Apple continua a estudar formas de esconder a câmara e os sensores do Face ID debaixo do ecrã. Uma nova patente mostra possível solução.

João Valente
∙ 4 minutos de leitura

A 3 de novembro de 2017 a Apple introduziu a geração de iPhone que veio mudar o mundo – o iPhone X. Com um novo design, este modelo apresentou o tão famoso notch. Desde então a Apple têm-se esforçado para remover esta "monocelha" do seu topo de gama e, ao que parece, os esforços estão a dar frutos.

Apesar de ter permitido um novo design, com bordas super reduzidas e um ecrã de ponta a ponta no iPhone, ao fim de 4 anos o notch já é mais odiado do que adorado. Não só porque nestes 4 anos nenhumas mudanças se verificaram, mas também porque a concorrência já mostrou que esta não é uma tendência para ficar e apresentou-nos soluções inovadoras para o remover.

Nesse sentido, há já várias soluções no mercado que são verdadeiras tentativas de remover o notch do smartphone. Algumas com sucesso, outras nem tanto. Desde motores que fazem uso da câmara traseira para tirar uma selfie, a motores que elevam a câmara frontal apenas quando ela é necessária e a escondem quando não está em uso.

Apple procura soluções para remover o notch do iPhone

A Apple têm-se dedicado a procurar uma solução para remover o notch do iPhone há mais tempo do que aquele que o notch existe. São várias as formas que a Apple tem estudado ao longo do tempo, contudo, uma patente apresentada recentemente, voltou a trazer à baila o assunto de um iPhone sem notch e câmara debaixo do ecrã.

A patente entitulada de "Dispositivos eletrónicos com janelas de ecrã ajustáveis" defende uma tese bem interessante e abre portas a um futuro brilhante para o iPhone – e quem sabe o Mac e o iPad. De forma sucinta, a patente defende que é possível criar uma "janela" no ecrã de forma a mostrar a câmara e os sensores escondidos por debaixo do mesmo. Por outras palavras, a Apple acredita que a solução para o notch é mover o ecrã!

Nesse sentido, o ecrã por debaixo do vidro seria capaz de dobrar e, de certa forma, criar um espaço para expor a câmara e os sensores à luz, permitindo capturar boas fotografias e não piorar a qualidade dos sensores necessários sobretudo para a autenticação biométrica. Dessa forma, a única coisa que o utilizador iria ver seria uma faixa preta, na qual estariam os sensores.

Além disso, havendo várias formas possíveis de dobrar um ecrã, esta patente apresenta várias soluções possíveis.

Possíveis implementações da patente para esconder a câmara debaixo do ecrã
Possíveis implementações da patente para esconder a câmara debaixo do ecrã

Isto é uma solução fascinante que pode não só chegar ao iPhone como traçar o seu caminho até ao iPad e quem sabe até ao Mac, permitindo que também estes ganhem ecrãs sem quaisquer bordas.

As outras alternativas para uma câmara escondida

Apesar desta patente parecer a solução para todos os problemas, já não é a primeira vez que a Apple submete uma patente que promete solucionar o mesmo problema e que, ainda assim, parece não ser a solução ideal.

Em 2008 a empresa atualmente liderada por Tim Cook apresentou uma patente onde mostrou ser possível combinar o ecrã com a câmara num só. Também em 2019 outra patente mostrou ser possível criar aberturas no ecrã para as câmaras e, mais recentemente, em 2020, uma outra mostrou a ideia de um ecrã com múltiplas camadas. Todas elas com um objetivo em vista: esconder a câmara e os sensores do iPhone atrás do ecrã.

Ainda assim, apesar das várias patentes, nunca nenhum resultado chegou ao mercado por parte de Apple. Contudo, a concorrência não ficou de braços cruzados e começou à procura de soluções, como é o caso da Oppo que já apresentou a terceira geração de câmara atrás do ecrã e que, segundo a própria, promete melhorias significativas em relação à anterior.

A outra faceta dos smartphones dobráveis

Num tempo em que as empresas se esforçam por construir o melhor smartphone dobrável, fazendo uso da tecnologia que nos permite dobrar o ecrã, é interessante ver como podem ser feitas outras utilizações da mesma tecnologia.

A Apple sempre nos mostrou que prefere trazer uma funcionalidade ou tecnologia mais tarde ao mercado mas com mais tempo de estudo e testes do que em primeira mão. Desta vez estamos a ver não só um estudo cuidadoso da tecnologia mas também que a gigante de Cupertino se esforça por procurar outras áreas onde a mesma tecnologia pode ser introduzida e implementada.

Ainda assim e, acima de tudo, importa notar que a Apple costuma submeter patentes semanalmente e o que elas mostram é apenas o interesse da empresa em certas áreas e pouco mais. Há uma probabilidade bastante grande de a Apple não dar uso a esta patente, pelo menos em breve. Ainda assim, não deixa de ser interessante ver as várias aplicações da mesma tecnologia e as várias soluções para o mesmo problema.

Para estares dentro de todas as novidades Apple, incluindo as patentes mais interessantes, continua atento ao iFeed!

A tua subscrição no iFeed foi efetuada com sucesso.
Bem-vindo de volta! Iniciaste sessão com sucesso.
Perfeito! O teu registo foi concluído com sucesso.
O teu link expirou
Parabéns! Verifica o teu e-mail e utiliza o link para iniciar sessão.