Patente mostra que Macs poderão receber teclados virtuais

Uma patente da Apple foi aprovada, onde a empresa considera substituir os teclados físicos dos Macs por teclados virtuais.
Escrito por Samuel Pinto e
3 mins de leitura
Patente mostra que Macs poderão receber teclados virtuais
Publicidade
Publicidade

Foi concedida à Apple uma patente que é descrita como um "teclado sem chave com deteção de força e feedback tátil", onde a gigante tecnológica americana pondera mudar os atuais teclados físicos para teclados virtuais. Mas mais do que apenas substituir os atuais teclados físicos por teclados virtuais semelhantes aos existentes no iPhone ou iPad, a Apple pretende equipar os teclados virtuais com vários sistemas de deteção ao toque.

Na prática, isso significa que mais do que apenas um teclado virtual com superfície superior em vidro, igual aos dos smartphones, este projeto concentra-se em fornecer-lhe um toque mais realista e envolvente. A segunda camada inferior desse teclado virtual, foi projetada para ser flexível, estar combinada com sensores de pressão/força (eventualmente semelhante ao abandonado Force Touch ou ao botão de Inicio do iPhone 7 ou posteriores) e por último, por baixo da segunda camada inferior, uma placa háptica exclusiva. O feedback háptico é composto por vários sensores, de forma a fornecer diferentes respostas para diferentes teclas pressionadas.

De acordo com as imagens fornecidas pelo site Patently Apple, o teclado utiliza um painel longo e sensível ao toque, onde aparecem os comandos para serem executados pelos utilizadores, semelhante aos comandos utilizados na Touch Bar ainda existente em alguns Macs. As patentes também mostram um computador onde toda a secção normalmente reservada para o teclado físico e trackpad, é substituída por um único painel grande virtual, onde será albergado os novos teclados virtuais.

Outro detalhe bastante interessante, tem que ver com aquilo que é exibido no teclado virtual. Dependendo das necessidades de cada utilizador, é possível mudar e reorganizar o layout do teclado, incluindo o trackpad, de forma a oferecer uma melhor ergonomia e um melhor posicionamento para as mãos dos utilizadores.

À semelhança dos atuais teclados virtuais existentes em smartphones e tablets, o uso de um layout definido por software, abre a possibilidade de qualquer produto alternar o idioma do teclado. Nesse sentido, a necessidade de produzir Macs com teclados físicos com um layout específico para cada região ou país, é eliminada, pois o mesmo teclado virtual pode ser usado para qualquer idioma, independentemente da região.

Esta patente também permite a utilização de outras entradas exclusivas para aplicações específicas que não estejam relacionadas com o teclado, como controlos deslizantes ou outro tipo de controlos, como os dos videojogos por exemplo. Desse modo, esta implementação abre a possibilidade a um vasto leque de outras opções poderem ser executadas neste tipo de teclado virtual.

Outra patente submetida pela Apple que vai ao encontro deste novo conceito, foi descoberta em 2017 e detalha "dispositivos eletrónicos com telas" que podem ser dobradas ao meio. A ideia desta patente, é um dispositivo que dobre ao meio, como um iPad, com teclado virtual numa das partes e a outra parte funcionar com um ecrã normal, bem ao estilo de um computador portátil.

Esta ideia ganha ainda mais força tendo em conta os mais recentes rumores que apontam no sentido de a Apple lançar um iPad dobrável. A gigante tecnológica sul-coreana Samsung, acredita que em 2024 a Apple introduzirá no mercado o seu primeiro dobrável. Juntado as informações da Samsung com as patentes da Apple entretanto aprovadas e descobertas, é bem provável que estejamos perante uma mudança significativa na forma como atualmente conhecemos os teclados virtuais e físicos.

E tu, o que achas destas patentes e a possibilidade dos atuais teclados físicos serem substituídos por teclados virtuais? Fica atento às novidades do universo Apple aqui no iFeed.

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo