Urbanista Lisbon: boa autonomia e conforto sem gastar muito

É, sem dúvida, um investimento amigo da carteira.
Escrito por Rodolfo Januário e
5 mins de leitura
Urbanista Lisbon: boa autonomia e conforto sem gastar muito
Publicidade
Publicidade

A Urbanista é uma marca sueca em ascensão que conta com um invejável portfólio de produtos, incluindo auriculares, colunas e auscultadores. Já temos feito review a alguns produtos desta marca aqui no iFeed, e temos concluído que são de extrema qualidade, não só ao nível do design, como mesmo na qualidade de som.

Urbanista Los Angeles: O primeiro wearable com autonomia infinita!
Tive oportunidade de testar nos últimos dias os auscultadores topo de gama da marca escandinava e o meu feedback não poderia ser melhor!
Urbanista Miami - Headphones com qualidade premium por um preço justo
Os Urbanista Miami apontam aos AirPods Max, obviamente que com as devidas proporções de custo benefício, mas com qualidade premium.
Urbanista Athens: Review
A nossa review aos auriculares Urbanista Athens.

Nesta análise vou relatar como foi a minha experiência com os Urbanista Lisbon, uma das mais recentes apostas da marca sueca na sua linha de auriculares sem fio.

É curiosa a escolha do nome da nossa capital para este produto, que tem tanto de amigo da carteira, como de apelativo.

As características gerais são:

  • Auriculares True Wireless;
  • Design compacto;
  • 9 horas de reprodução;
  • 27 horas de tempo total de reprodução (usando a caixa para os recarregar);
  • Controlos de toque;
  • Borrachas de silicone universais incluídas + asas GoFit;
  • Bluetooth 5.2;
  • Entrada USB-C na caixa de carregamento;
  • Compatível com dispositivos mobile e desktop;
  • Controlos de voz compatíveis com a Siri e Google Assistant;

Será que são o que procuras?

Se procuras uns auriculares que te dêem boa qualidade de som, com uma também boa autonomia, por um preço justo, então estes Urbanista Lisbon são a escolha acertada.

Caso o objetivo seja algo para ouvires música enquanto fazes desporto, não aconselho este modelo pois não tem qualquer certificação IP. O que coloca em risco o bom funcionamento dos auriculares caso utilizes para este efeito ou mesmo se os molhares num dia de chuva.

Design que oferece conforto

Este é o departamento onde os Lisbon sobressaem mais. Começando pela sua caixa de carregamento que é de um plástico suave, não brilhante, quando se abre e fecha devolve alguma satisfação. Ela conta ainda com um pequeno LED que nos indica quando a bateria está fraca.

Resumindo é um caixa elegante, leve, que cabe em qualquer bolso, para não falar que consegue carregar 2 vezes (dos 0 aos 100%) os auriculares.

Falando dos respectivos auriculares, eles têm um design muito parecido à “cabeça” dos AirPods 3, ficando assim todo dentro do ouvido. Apesar de terem este formato, e tal como os AirPods 3, não têm qualquer borracha na ponta para se fixar melhor ao ouvido de cada um. Em vez disso têm uma borracha em volta do seu corpo e com uma asa GoFit que na minha experiência chegou perfeitamente para que nunca os deixasse cair.

No entanto e não sei porquê mas o auricular do lado direito sempre foi mais difícil de colocar e por vezes até criou algum desconforto, mas acredito que deverá ser um problema meu não do produto. Isto só acontecia ao colocar, pois durante as várias horas que os tinha colocados a ouvir músicas ou podcasts, nunca senti desconforto, muito provavelmente por serem tão leves.

Sendo este modelo um produto recente e virado para os jovens, a marca sueca decidiu lançar estes Lisbon em 5 cores, sendo elas o preto meia-noite, rosa corado, creme de baunilha, pêssego coral e verde menta. Esta última cor foi a que andou nos meus ouvidos durante as últimas semanas.

Comandos complexos

Na verdade, os comandos que estes auriculares oferecem, de complexos não têm nada, o problema está na forma como os controlamos. O que no meu caso não foi nada fácil entender e conseguir tirar partido da interação que estes oferecem. Isto porque nem sempre consegui fazer o que realmente queria fazer. Supostamente, um toque no auricular do lado esquerdo aumenta o volume e do lado direito diminui, um duplo toque, em qualquer dos lados, faz pausa/reproduzir e em caso de uma chamada atende/desliga, com um pressionar prolongado ativa a assistente de voz ou rejeita a chamada caso estejas a receber uma.

Mas atenção que posso ser um caso isolado, ou se calhar por estar habituado à facilidade dos AirPods, estes Lisbon pareceram-me mais difíceis de controlar, apesar de ter gostado bastante da hipótese de conseguir aumentar o volume do que estou a ouvir sem precisar de ir ao iPhone ou ao Mac.

Qualidade de som

Vamos passar agora para o tema mais importante nuns auriculares, a qualidade de som. Aqui tenho de dizer que da minha parte não esperem uma análise profissional, pois não tenho bases para avaliar dessa forma, mas vou avaliar da perspectiva de um utilizador comum, que costuma usar auriculares ou auscultadores durante o dia.

Devido ao seu design o som exterior é facilmente audível quando os utilizamos, acredito que até se ouve mais nestes que na primeira geração dos AirPods que costumo utilizar.

Ao ouvir música dá para perceber que os graves não são o ponto forte destes auriculares, e quando se aumenta o volume perde-se um pouco de qualidade, por vezes até se ouve uma pequena distorção. Mas atenção nada de muito grave, e temos de ter em conta o preço destes Lisbon, sabendo de antemão que são a gama de entrada da marca sueca, não se pode pedir muito mais.

No geral, a qualidade reproduzida não é má, mas também não é muito boa, podemos dizer que é média para o preço. Penso que a falta de cancelamento de ruído ativo ou de um design que “abafasse” mais o ambiente envolvente, faz com que a qualidade de som fique aquém das expectativas.

Por último, falando do microfone, ele desempenha a sua função mas não esperes uma qualidade excepcional. Não os utilizei muito em chamadas, mas as vezes que atendi chamadas com eles colocados as pessoas do outro lado da linha diziam que se ouvia muito barulho de fundo, como pessoas a falar e vento, que por acaso no momento não estava assim tanto para que interferisse na chamada.

Conectividade

Estes Urbanista Lisbon são compatíveis com dispositivos iOS, Android, Windows e Mac. O emparelhamento é fácil e rápido, bastante rápido até, no entanto não sei porquê, cada vez que tinha os auriculares emparelhados no Mac e queria emparelhar no iPhone não resultava de imediato, tinha de desligar num dispositivo para ligar no outro. Posso ser eu que esteja mal habituado, mas acho que este processo não é nada ágil.

Conclusão

Para finalizar esta análise e resumindo um pouco o que já disse, na minha opinião, estes Urbanista Lisbon são uma boa aposta para quem quer uns auriculares com boa bateria, leves e confortáveis para utilizar por várias horas, isto sem ficar com a carteira desfalcada. Caso contrário, terás de procurar outros modelos com mais características, para ir de ao encontro ao que procuras!

Publicidade
Publicidade
Partilhar artigo